DESTAQUE: Segundo Mutirão promove cirurgias de quadril e coluna em Rondônia

17/07/2015 11:02

Rondônia  recebe na próxima semana o segundo mutirão do ano de cirurgias ortopédicas promovidas pelo Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into). A ação, que terá início na segunda-feira (20), tem como objetivo promover a realização de 30 cirurgias de quadril - uma das subespecialidades mais demandadas no Instituto, juntamente com joelho e coluna. As cirurgias ocorrem novamente no Hospital de Base Doutor Ary Pinheiro, em Porto Velho.

O primeiro mutirão realizado pelo Into no estado, realizado entre 15 e 19 de junho, realizou 27 cirurgias de joelho. O Projeto Suporte, do Instituto, tem como objetivo levar profissionais especializados e promover cirurgias em locais com baixa oferta de serviços na área de traumatologia e ortopedia. A região Norte do País concentra o maior número de mutirões. Entre abril e maio deste ano, já haviam ocorrido dois mutirões em Rio Branco (AC), com a realização 60 cirurgias.

Os mutirões ocorrem em parceria com as secretarias estadual e municipal de saúde, de acordo com a necessidade informada à Central Nacional de Regulação de Alta Complexidade do Ministério da Saúde.

As secretarias costumam disponibilizar a estrutura hospitalar, enquanto o Into fornece todo o material para as cirurgias, como insumos, implantes e próteses, além de contar com a própria equipe especializada do Instituto nos mutirões. O tratamento e a recuperação dos pacientes são acompanhados por médicos da região.

"Aproveitamos a estrutura hospitalar já existente e organizada nesses locais para onde levamos o Projeto Suporte. Um aspecto importante é que há o intercâmbio técnico com os médicos ortopedistas locais", avalia o coordenador de Programas Especiais do Instituto, Tito Rocha.

Projeto Suporte

A equipe é composta por 16 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos, envolvidos diretamente em cada ação, que tem duração de uma semana.

Em 11 anos de projeto, já foram promovidas ações em 25 estados, principalmente no Norte do País, com a realização de 2.393 cirurgias, além jornadas científicas e intercâmbios de ortopedia com médicos locais. Para agosto e setembro, estão previstos mutirões de coluna e joelho no estado do Tocantins (TO).


Fonte: Rondonoticias

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!